Revista Brasileira de Marketing, Vol. 18, No 2 (2019)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O efeito hedênico no consumo de café no Brasi

Jonas Fernando Petry, Gustavo da Rosa Borges, Leonardo Aureliano-Silva

Resumo


Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos moderadores do hedonismo nos fatores determinantes que influenciam na decisão de consumo de café no Brasil.

Método: Foram avaliados 505 consumidores de 25 Estados brasileiros. Ao abrigo da análise multivariada – Regressão Linear Múltipla.

Originalidade/Relevância: As motivações para o consumo de café diferem entre os consumidores. Algumas motivações hedônicas são apresentadas na literatura, e exercem o papel de moderadoras nas relações entre fatores ambientais físicos onde há o consumo de café, e fenômenos cognitivos durante o seu consumo. No entanto, ainda permanecem desconhecidas como as motivações hedônicas podem exercer impacto de moderação nas relações do ambiente físico e evocações cognitivas versus o consumo do café.

Resultados: Os resultados fornecem evidências empíricas de que os fatores motivacionais do ambiente físico e das evocações cognitivas não são suficientes para compreender o consumo de café.  

Contribuições Teóricas/Metodológicas: Este estudo apresenta um avanço na literatura ao estudar o efeito de moderação hedônicas nas relações testadas, revela que o consumo de café não ocorre por questões utilitárias, mas sim pela importância e satisfação, no atendimento de diferentes sentidos multissensoriais como: prazer, excitação, diversão entre outros fenômenos hedônicos.



Texto Completo: PDF

ReMark, REMark, Rev. Bras. Mark., São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2177-5184

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Flag Counter